Fortalecer o corpo é uma sensação extraordinária. É o que te ajuda a definir e melhorar o seu metabolismo. Mas de acordo com uma pesquisa na Current Biology, também faz com que quemes menos calorias em cada treino. Como pego?

No estudo, os pesquisadores examinaram a 300 mulheres e homens com base em seus níveis de atividade física e o número de calorias que queimavam a cada dia. E o que encontraram foi que, enquanto as pessoas moderadamente ativas queimar cerca de 200 calorias a mais por dia do que os participantes mais sedentários, as pessoas mais ativas fisicamente não queimavam mais calorias do que os que treinam a um ritmo moderado.

Mas por mais surreal que pareça, tem uma explicação. E é que, à medida que você se acostuma a um tipo de treino, é possível que não se queime mais calorias. Para que nos possas entender, pense no seu primeiro dia de trabalho. Quando se incorporaste, pela primeira vez, tudo era novo, tinha muito que aprender e tudo isso exigia muita energia e esforço. Mas com o tempo, você foi mais eficiente, certo? Pois, com o corpo acontece o mesmo: se adapta a um ritmo, é mais eficiente e, por conseguinte, usa menos energia [alias calorias] para atender a essa demanda.

Mas cuidado! Não estamos dizendo que se desista do exercício, se quiser perder peso, ou mais importante: perder gordura. Ao fim e ao cabo, é o que você quer, não é? Perder gordura, não músculo. E é que, de acordo com outro estudo sobre a obesidade realizado entre 439 mulheres, as que comiam saudável e fazem exercício perderam mais gordura corporal do que as que só acreditavam no poder da dieta.

Então, como garantir que cada sessão de suor está nos ajudando a perder peso? Pois se você seguir estes 5 mandamentos, verificará em tuas carnes:

1. Cumpre o princípio FITT. É sinônimo de freqüência, intensidade, tempo e tipo de exercício. São os quatro fatores que determinam a pressão exata que ejerces sobre seu corpo. Muda qualquer um deles, arrisque-se, surpreenda seu corpo durante o treino. Assim lhe força a adaptar-se, a assumir novos desafios, o que vai ajudar a queimar mais calorias. Porque, como já dissemos, quando o corpo se acostuma com uma rotina, as coisas começam a estabilizar-se. Os especialistas recomendam fazer alterações em qualquer um desses quatro princípios, a cada quatro ou seis semanas para poder manter o seu objetivo de perder peso.

2 …e o HIIT. O treinamento de alta intensidade é o caminho a seguir. Um estudo publicado em 2013 do Laboratório de Desempenho Humano da Universidade de Wisconsin-La Crosse, as pessoas que realizam um treino HIIT durante 20 minutos queima de 15 calorias por minuto, aproximadamente, o dobro do que o que foi alcançado durante as corridas de longa distância. Para fazê-lo bem, lembre-se que você tem que suar durante 20 segundos, descansar por mais 10, e repetir esse ritmo até que você tenha completado quatro minutos. Depois descansa um minuto e completa um total de quatro rodadas.

3. A prioridade: comer bem. Porque de nada vale suar a camisa, se depois não prestas atenção ao que vai levar à boca. Sobre tudo (e como você já sabe de memória) afasta a comida lixo, porque a única coisa que vai fazer é evitar qualquer progresso. E também, limita o consumo de açúcar adicionado e concentre-se em comer proteínas magras, gorduras saudáveis, carboidratos integrais, frutas, verduras e grãos integrais.

4. Adicionar peso. A mais músculo= mais calorias queimadas. Depois de tudo, enquanto que um quilo de gordura queima calorias por dia, um quilo de músculo queima seis. Um estudo da Escola de Saúde Pública de Harvard, publicado em 2015 e realizado entre 10.500 adultos mostrou que as pessoas que treinaram força durante 20 minutos por dia, ganharam menos gordura na barriga durante um período de 12 anos.

5. Que energia te acompanhe. Uma pesquisa publicada em Medicina Esportiva constatou que o consumo de hidratos de carbono antes de se exercitar na academia, melhorando o desempenho durante os treinos HIIT. Isso nos leva a outro estudo publicado no Jornal Internacional de Nutrição Esportiva e Metabolismo, segundo o qual, tomar um café (ou cafeína em si) uma hora antes do exercício pode aumentar o resultado pós-treino queimando 15% de calorias. E depois do treinamento, o que? Pois, os especialistas recomendam a seguinte combinação: 40% de carboidratos, outro 40% de proteína e 20% de gordura. Assim, você vai ajudar seus músculos a se recuperar e obter os níveis de energia de que necessita para continuar dando duro.