Blog do Jair Rodrigues

Fitness, Body Building e Musculação

Page 2 of 2

5 formas de aproveitar a fruta madura | Nutrição

O admitimos: é tentador jogar a fruta quando vemos que já não está em bom estado. Mas pelo simples fato de que notes que as bananas, melões ou melancias estão mais moles do que o habitual, não significa que sejam ruins.

Embora cada um de nós tem a sua própria percepção do que é uma fruta madura, mesmo que ache que já está passada, o mais provável é ainda esteja bem. É mais, se você começa a aproveitar a fruta que ela está muito maduro, pois poderá não jogar dinheiro (ou da fruta) no lixo.

MAIS: 9 formas engenhosas de comer frutas

E não se preocupe, que a mãe natureza tem o seu próprio método para alertarte quando você não deve dar-lhe à boca um pedaço de fruta. O sinal mais evidente de que não se pode comer é a presença de mofo.Gostaria de experimentar? Eis aqui cinco maneiras fáceis de aproveitar ao máximo a fruta madura:

1. Para preparar um smoothie: eu Te amo, mas te dói pagar o que em ocasiões se chegam a pedir por um? Pois essa mesma fruta demasiado madura que conservas na cozinha pode ser a solução. Quando os morangos, bananas, pêssegos ou os cabos estão um pouco passados como para serem levados à boca sem mais, trocea a fruta e guarde-a em um saco a vácuo. Será o ingrediente perfeito para quando você quer preparar um smoothie.

2. Seja criativa com o forno: todos nós gostamos de abacate como uma criança de um doce, mas, às vezes, essa mesma fruta se torna marrom e não sabe o que fazer com ela, certo? Então você pode seguir os passos de Davida Kugelmass, a bloguer que há por trás de The Healthy Maven, que são o seu ingrediente secreto na hora de fazer bolos ao forno. “Os utilizo no lugar da manteiga ou óleo quando a preparar brownies ou muffins”, garante. E o que lhe sobra, o congela para utilizá-lo um outro dia.

3. Geléia caseira: o Que seus morangos, mirtilos, framboesas e amoras estão pochas? Pois você pode transformá-las em um café da manhã mais saudável para o coração. Tenta esmagar os mirtilos ou framboesas com um garfo, misture-o com uma colher de sopa de água e outra colher de sopa de sementes de chia. Deixe esfriar durante a noite e quando você acorda, você encontrará uma deliciosa geléia caseira sem adição de açúcares que você pode adicionar aos seus torrada ou farinha de aveia.

4. Água com um toque diferente: Aproveite esta fruta para adicionar um toque diferente à água com que se mantenha hidratada. “Quando a fruta começa a ficar feia, normalmente, sua doçura é ainda mais intensa“, diz Davida. “E graças a que o sabor é doce, traz um sabor muito bom à água”, observa. Você pode picar os frutos vermelhos e adicioná-los a uma grande jarra de água, que te deixará um bom sabor de boca, enquanto cuidas e hidratas seu corpo.

5. Gelo homemade: De acordo com Davida, se você pode congelar a fruta que amadurece rápido, você pode fazer com que ela agüente mais. Uma alternativa para os smoothies: os sorvetes. “A mistura de frutas e adicione leite de coco ou água, se quiser fazer mais leve e congela a mistura em seus respectivos moldes”, explica Davida. Uma boa ideia para acabar com os dias quentes de verão.

MAIS: Descubra as 7 frutas e legumes que não precisa descascar

5 coisas que você deve fazer para perder peso se você pratica esporte | Nutrição

Fortalecer o corpo é uma sensação extraordinária. É o que te ajuda a definir e melhorar o seu metabolismo. Mas de acordo com uma pesquisa na Current Biology, também faz com que quemes menos calorias em cada treino. Como pego?

No estudo, os pesquisadores examinaram a 300 mulheres e homens com base em seus níveis de atividade física e o número de calorias que queimavam a cada dia. E o que encontraram foi que, enquanto as pessoas moderadamente ativas queimar cerca de 200 calorias a mais por dia do que os participantes mais sedentários, as pessoas mais ativas fisicamente não queimavam mais calorias do que os que treinam a um ritmo moderado.

Mas por mais surreal que pareça, tem uma explicação. E é que, à medida que você se acostuma a um tipo de treino, é possível que não se queime mais calorias. Para que nos possas entender, pense no seu primeiro dia de trabalho. Quando se incorporaste, pela primeira vez, tudo era novo, tinha muito que aprender e tudo isso exigia muita energia e esforço. Mas com o tempo, você foi mais eficiente, certo? Pois, com o corpo acontece o mesmo: se adapta a um ritmo, é mais eficiente e, por conseguinte, usa menos energia [alias calorias] para atender a essa demanda.

Mas cuidado! Não estamos dizendo que se desista do exercício, se quiser perder peso, ou mais importante: perder gordura. Ao fim e ao cabo, é o que você quer, não é? Perder gordura, não músculo. E é que, de acordo com outro estudo sobre a obesidade realizado entre 439 mulheres, as que comiam saudável e fazem exercício perderam mais gordura corporal do que as que só acreditavam no poder da dieta.

Então, como garantir que cada sessão de suor está nos ajudando a perder peso? Pois se você seguir estes 5 mandamentos, verificará em tuas carnes:

1. Cumpre o princípio FITT. É sinônimo de freqüência, intensidade, tempo e tipo de exercício. São os quatro fatores que determinam a pressão exata que ejerces sobre seu corpo. Muda qualquer um deles, arrisque-se, surpreenda seu corpo durante o treino. Assim lhe força a adaptar-se, a assumir novos desafios, o que vai ajudar a queimar mais calorias. Porque, como já dissemos, quando o corpo se acostuma com uma rotina, as coisas começam a estabilizar-se. Os especialistas recomendam fazer alterações em qualquer um desses quatro princípios, a cada quatro ou seis semanas para poder manter o seu objetivo de perder peso.

2 …e o HIIT. O treinamento de alta intensidade é o caminho a seguir. Um estudo publicado em 2013 do Laboratório de Desempenho Humano da Universidade de Wisconsin-La Crosse, as pessoas que realizam um treino HIIT durante 20 minutos queima de 15 calorias por minuto, aproximadamente, o dobro do que o que foi alcançado durante as corridas de longa distância. Para fazê-lo bem, lembre-se que você tem que suar durante 20 segundos, descansar por mais 10, e repetir esse ritmo até que você tenha completado quatro minutos. Depois descansa um minuto e completa um total de quatro rodadas.

3. A prioridade: comer bem. Porque de nada vale suar a camisa, se depois não prestas atenção ao que vai levar à boca. Sobre tudo (e como você já sabe de memória) afasta a comida lixo, porque a única coisa que vai fazer é evitar qualquer progresso. E também, limita o consumo de açúcar adicionado e concentre-se em comer proteínas magras, gorduras saudáveis, carboidratos integrais, frutas, verduras e grãos integrais.

4. Adicionar peso. A mais músculo= mais calorias queimadas. Depois de tudo, enquanto que um quilo de gordura queima calorias por dia, um quilo de músculo queima seis. Um estudo da Escola de Saúde Pública de Harvard, publicado em 2015 e realizado entre 10.500 adultos mostrou que as pessoas que treinaram força durante 20 minutos por dia, ganharam menos gordura na barriga durante um período de 12 anos.

5. Que energia te acompanhe. Uma pesquisa publicada em Medicina Esportiva constatou que o consumo de hidratos de carbono antes de se exercitar na academia, melhorando o desempenho durante os treinos HIIT. Isso nos leva a outro estudo publicado no Jornal Internacional de Nutrição Esportiva e Metabolismo, segundo o qual, tomar um café (ou cafeína em si) uma hora antes do exercício pode aumentar o resultado pós-treino queimando 15% de calorias. E depois do treinamento, o que? Pois, os especialistas recomendam a seguinte combinação: 40% de carboidratos, outro 40% de proteína e 20% de gordura. Assim, você vai ajudar seus músculos a se recuperar e obter os níveis de energia de que necessita para continuar dando duro.

Emagrecedor Perfect Caps Funciona


Evita os seus desejos


Evita os seus desejos


Apesar de crer que os hormônios só trazem coisas negativas como os desejos que acompanham a regra, o certo é que também têm o poder de fazer você perder peso mais rápido, muscular durante cada treino e melhorar o seu metabolismo. Assim que lhes deve um pedido de desculpas.


Aqui estão quatro maneiras naturais de estimular seus hormônios para que você possa emagrecer de uma forma muito mais simples.


1. Evitar os desejos durante todo o dia


Comumente apelidada de “saciedade” ou “hormônio do me sinto cheia”, a leptina se encarrega de reduzir o seu apetite. Depois de ser liberada pelas células de gordura de seu corpo, age no hipotálamo do cérebro, onde luta a sua nemesis, o “hormônio da fome”, explica Alissa Rumsey, R. D., a porta-voz para a Academy of Nutrition and Dietetics.


As mulheres que sofrem de obesidade têm, de forma cónica, os níveis de leptina elevados, e isso pode produzir resistência a “sentir-se aquele que acredita ser carente” (quanto mais gordura você tem, mais leptina produz seu corpo). Mas a maioria das mulheres têm níveis baixos deste hormônio, o que faz com que esteja sempre com fome.


A solução: dorme. A falta de sono eleva significativamente os níveis de leptina, de acordo com um estudo de 2012, publicado no Journal of The Academy of Nutrition and Dietetics. Isto explica porque as pessoas com transtornos do sono, como insônia ou apnéia do sono, costumam ter problemas com o seu peso, diz Brian Quebbemann, M. D., um médico-cirurgião, Clapman Medical Center, na Califórnia e presidente do The N. E. W. Program. Para níveis ótimos, as investigações da Brigham Young University sugerem que as mulheres durmamentre 6,5 e 8,5 horas por dia e vão dormir a cada dia à mesma hora. Assim que começa a planificarte suas horas de sono.


Evita os seus desejos


Apesar de crer que os hormônios só trazem coisas negativas como os desejos que acompanham a regra, o certo é que também têm o poder de fazer você perder peso mais rápido, muscular durante cada treino e melhorar o seu metabolismo. Assim que lhes deve um pedido de desculpas.


Aqui estão quatro maneiras naturais de estimular seus hormônios para que você possa emagrecer de uma forma muito mais simples.


1. Evitar os desejos durante todo o dia ( Pode complementar sua alimentação com o Perfect Caps )


Comumente apelidada de “saciedade” ou “hormônio do me sinto cheia”, a leptina se encarrega de reduzir o seu apetite. Depois de ser liberada pelas células de gordura de seu corpo, age no hipotálamo do cérebro, onde luta a sua nemesis, o “hormônio da fome”, explica Alissa Rumsey, R. D., a porta-voz para a Academy of Nutrition and Dietetics.


As mulheres que sofrem de obesidade têm, de forma cónica, os níveis de leptina elevados, e isso pode produzir resistência a “sentir-se aquele que acredita ser carente” (quanto mais gordura você tem, mais leptina produz seu corpo). Mas a maioria das mulheres têm níveis baixos deste hormônio, o que faz com que esteja sempre com fome.


A solução: dorme. A falta de sono eleva significativamente os níveis de leptina, de acordo com um estudo de 2012, publicado no Journal of The Academy of Nutrition and Dietetics. Isto explica porque as pessoas com transtornos do sono, como insônia ou apnéia do sono, costumam ter problemas com o seu peso, diz Brian Quebbemann, M. D., um médico-cirurgião, Clapman Medical Center, na Califórnia e presidente do The N. E. W. Program. Para níveis ótimos, as investigações da Brigham Young University sugerem que as mulheres durmamentre 6,5 e 8,5 horas por dia e vão dormir a cada dia à mesma hora. Assim que começa a planificarte suas horas de sono.


Cria músculo quemagrasa


As mulheres, vemos a testosterona, uma hormona masculina e, na verdade, temos muito menor do que o sexo oposto. Mas baixos níveis deste hormônio equivalem a baixos níveis de perda de peso.


A testosterona é uma das principais hormônios de seu corpo para construir o músculo. E quanto mais músculo tiver, mais calorias queimar, fazendo praticamente nada, salienta Quebbemann. E tem mais, ter baixos níveis de testosterona promove resistência à insulina e estimula seu corpo a armazenar mais calorias como gordura, acrescenta Pat Gilles, C. S. C. S., um treinador de Wisconsin.


A solução: levanta peso. Fazer musculação é a melhor forma de que se liberte a encarregada de construir músculos e queimar gordura: a testosterona. E nos referimos a um peso suficiente para que possa fazer 3 ou 4 sets de 6 a 10 repetições bem feitas. É mais, fazer levantamentos como o agachamento, peso morto e dominadas assistidas usa mais as fibras de seus músculos e estimula níveis de testosterona ótimos.


Alimentos de digestão lenta


Cada vez que você come seus intestinos livram vez, um hormônio que tem, entre outras funções, agir como um supressor do apetite. Junto com um grupo de hormônios e pépticos, retardam o curso de comida em seu trato gastrointestinal. O resultado: você está aquele que acredita ser carente durante mais tempo depois da refeição, o que evita comer em excesso.


A solução: coma proteína, gordura e hidratos complexos em cada refeição. Para obter uma digestão mais lenta, concentre-se apenas em consumir, pelo menos, de 20 a 25 gramas de proteína em cada refeição. Depois de tudo, a investigação da Universidade de Cambridge mostra que as refeições com proteínas, em especial o pequeno-almoço, provocam altos níveis destas hormonas de satisfação. Assim, certifique-se de adicionar gorduras vegetais e fibra de carboidratos complexos, ambos vão melhorar os níveis destas hormonas que ajudam a emagrecer. Um exemplo: uma omelete de legumes, abacate com uma fatia de trigo integral, tudo isto voce encontra no emagrecedor Perfect Caps.


Endireita o seu metabolismo com o Emagrecedor Perfect Caps


Sua tireóide, localizada na parte anterior e superior da traquéia, segrega hormonas que influenciam o metabolismo, controlando quantas calorias queimadas enquanto você está sentada sem fazer nada.


Geralmente as doenças auto-imunes são a causa de graves problemas de saúde nos níveis da tiróide. Então, se de repente notas que confinamentos, que o seu cabelo se torna mais fino, ou você está muito cansada, marque uma consulta com seu médico o quanto antes. De todas as formas, mesmo as mulheres com um estilo de vida mais saudável, podem ocorrer diminuição da tireoide que levam a seu metabolismo a um ponto morto.


A solução: coma mais peixe. Já que a falta de iodo pode fazer com que a sua tireóide a funcionar mal, trata de comer mais frutos do mar rico em iodo , como o bacalhau, o atum ou camarão. As algas marinhas também são uma das melhores fontes de iodo que você pode encontrar de acordo com o National Institute of Health. Apenas certifique-se de olhar a etiqueta do que compras, já que a quantidade de iodo pode variar de acordo com a marca.


VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR: COMO ACELERAR O SEU METABOLISMO COM Perfect Caps

Page 2 of 2

Parceiro: Colastrina & Outro Parceiro: Perfect Caps